28 abril 2008

Top 5 solidão

Músicas que expressam a dor de não ter ninguém, no sentido mais abrangente possível. Até porque, a solidão é ampla e atinge até aqueles que vivem rodeados de amor e atenção.
Solidão é pessoal e intransferível.

Um verdadeiro hino do sozinho. Em meio a falta de perspectiva, um encerramento digno : "For a lonely soul you're having such a nice time". Bonito.

Para aquele que cansou de amar, ou de nunca amar. A melhor frase da canção é "There's always somebody saying something". Pois é, tem sempre alguém falando. Há pessoas que não aprendem que o silêncio é uma boa resposta.

"Solitaire's the only game in town". Para quem prefere se privar dos jogos, ainda que eles estejam por perto, o tempo todo, sem parar, te puxando pela mão.

Para quem não agüenta mais, ele é direto. "Take me with you 'cause I'm lonely".

Uma boa música de solidão é aquela que conta como sair dela. Como enganá-la, ao menos. "Smile all the time". Sorrir é remédio para quase tudo na vida, não?

How to fight loneliness
Smile all the time
Shine your teeth til meaningless
Sharpen them with lies

And whatever's going down
Will follow you around
That's how you fight loneliness
You laugh at every joke
Drag your blanket blindly
Fill your heart with smoke
And the first thing that you want
Will be the last thing you ever need
That's how you fight it

Just smile all the time
Just smile all the time
Just smile all the time
Just smile all the time

3 comentários:

Semiramis disse...

Das cinco músicas eu não conhecia três... obrigada pela informação!

Raphael Mesquita Siqueira disse...

Aline, acredito que a parcialidade seja um mal da imprensa mundial. Assim como eles pintam o Alonso como "o bonzinho" por lá, a globo se encarrega de fazer o mesmo com os brasileiros por aqui, os alemães, ingleses...

Ufa. Hoje, para se entrar num debate, a gente tem que ler uma noticia em pelo menos 5 fontes diferentes, para ter, no minimo, umas 3 visões diferentes, e ai tentar formar a sua. É dose, mas é assim !
:-D

Beijão, querida !

Alexandre disse...

Não há amor que consiga aniquilar a solidão. Não lembro se foi aqui que eu comentei ou em outro blog que há uma "solidão ontológica" que ninguém consegue escapar. E a tal da sabedoria é saber lidar cada vez melhor com ela. :)

P.S.: Depois de quase um mês de sumiço, estou de volta. Vou ver se consigo ler tudo que perdi por aqui. ;D

Compartilhe

Related Posts with Thumbnails