09 novembro 2008

Ninguém mandou

Meu sábado foi encurtado pelos exageros de sexta, provando novamente que o fígado tem sempre razão.
Dormi mais cedo, dormi mais, consegui prestar atenção nos meus sonhos e me lembrar deles.
A má notícia é : tive dois sonhos, bem parecidos, envolvendo afeto (abraços e beijos carinhosos, mas não intensos) e traição (homens comprometidos). Fiquei encafifada o dia todo pela bizarrice total das histórias.
Não tem notícia boa. A não ser que se considere "parte boa" o fato de ser apenas um sonho - não há desejo oculto envolvido e meus dentes agradecem.
Fucei no Google e, em linhas gerais, o pessoal interpreta que o beijo é um bom sinal. Mas sei lá, eu esperava algo como beijar o Hugh Jackman ou com seis números para jogar na Mega-Sena acumulada. Sim, sou uma insensível que não entende nada de sonhos.
Vamos por uma música pra tocar e bom resto de fim de semana para todos.

Pero nada me hara tan feliz como dos margaritas...

2 comentários:

Cristina disse...

Sonhos são coisas muito bizarras mesmo. Por mais que eu goste de tentar entender os meus, alguns não fazem sentido algum.

Semiramis disse...

Faz muuuuuuuuuuuito tempo que eu não lembro dos meus sonhos...

Compartilhe

Related Posts with Thumbnails