27 outubro 2008

Falar besteira? Me chamou?

Trechos da entrevista de Fernanda Young, na Veja. Os sublinhados são meus.

A senhora parece adorar chocar os outros. Qual é o prazer que encontra nisso?
Eu não adoro. Sofro muito com isso. Não faço de propósito. Apenas odeio a caretice. Não a caretice de drogas, mas aquela caretice do coro, das pessoas que acham que detêm a verdade. Eu odeio essas pessoas todas sentadas nos seus sofás da Tok&Stok, refesteladas nas suas certezas. Eu gosto de provocar o ruído. Tem um comportamento de coletivo que é enjoativo, um nhenhenhém. As pessoas são chatas, têm uns papos que vão me enjoando.

A senhora se ama?
Não, eu não me amo. Quer dizer, aprendi a me amar. Principalmente depois que tive filho. Só o que estou querendo dizer é que não agüento o convívio com pessoas que acreditam em coisas prontas. Eu não suporto gente que entende de vinho. O sujeito fica entendendo de vinho, cheirando rolha... Eu não tenho paciência. Mas me interessa como escritora porque posso criar ótimos personagens cheiradores de rolha. Vai fazer outra coisa, vai falar besteira. É ótimo falar besteira. Quantas pessoas hoje em dia não se permitiram a hipótese de ser escritoras porque leram meus livros e consideram que alguém que fala besteiras pode também escrever bem?

Bem, pra mim a Fernanda Young não fede nem cheira (nem rolha), só sei que ela é meio maluca, tatuada e escreveu "Os Normais" junto com o marido. Por ser desbocada, paga o preço : uns amam, outros odeiam. Vi pouco dela no "Saia Justa" e nunca assisti ao "Irritando Fernanda Young", no GNT.
Fiquei um pouco receosa de me identificar com certas frases dela na entrevista (as grifadas), sendo ela a figura que é. Eu estou muito longe de ser polêmica ou revolucionária. Eu fico na minha. Mas as pessoas refesteladas em certezas me cansam, certos papos me enjoam e, sim, escrever besteiras é sensacional. Pratico todos os dias e recomendo.
Já os cheiradores de rolhas, acho que peguei o espírito da coisa e concordo. Certas pessoas especialistas em algo se julgam acima do bem e do mal, melhores e superiores, com aquela cara de conteúdo. Enjoam também.

Minha nova amiga, a Fê.

Senta aê.

4 comentários:

Alexandre disse...

Acho a Fernanda Young um pouco afetada demais. Mas, ninguém é perfeito.. (como ela mesmo diz)

Semiramis disse...

Eu vi um 'Irritando Fernanda Young' e foi um com o Selton Mello... DEMAIS... hahaha

C. disse...

Ótimo!!

Cristina disse...

Ah, eu não gosto da Fernanda Young. Não mesmo. ¬¬

Compartilhe

Related Posts with Thumbnails