03 outubro 2008

100 coisas

Este é o 452° post deste blog. O 100° no assunto "coisas do eu". E quantas coisas do eu temos...
Estou saindo de férias no trabalho, pois, apesar de ter blog, sou uma mulher trabalhadora (né, Benício?) e mereço um descanso. Só Deus sabe o quanto mereço.
É fundamental que eu leve este período de folga à sério. Não planejei viagens desta vez, nem sei o que vou fazer. Ótimo. Uma vida sem planos e sem preocupações excessivas com o amanhã é tudo o que eu preciso. É um sonho de vida. Preciso re-la-xar.
Como diria Jesus, os corvos não pensam no futuro, não semeiam nem ceifam, não têm dispensa ou celeiro. Não trabalham em um escritório das 8 às 17, não batem ponto, não fazem discussões irrelevantes no cantinho do café. Sem desmerecer os simpáticos corvos, Jesus falou que eu valho mais. Se ele toma conta dos corvos, quem dirá de mim. Então, cuida ae.
Como diria Morrissey, "Work is a four-letter word". E só. Simples. Eu preciso acreditar nisso.
Quando o trabalho está tomando muito espaço na sua vida, está na hora de redistribuir este espaço.
E você pensando que aos 26, estaria velha, com a vida resolvida, com todas as decisões tomadas. Imagina, você ainda está questionando sua vocação, seu destino, sua busca ao homem perfeito (existe?), suas qualidades, seus defeitos, à esta altura do campeonato? Ainda. Muito. O tempo todo.
Bem, como vocês viram, o texto nem tem muita lógica, são frases jogadas. Gente, eu vivo de lógica, respiro lógica, digito lógica. Eu manjo tudo de lógica. Vamos abandoná-la por estes dias de outubro, que ela nem sentirá a minha falta.

"So change your life
There is so much I know
That you can do
Please come and see ... "


Só na molezinha...

4 comentários:

Ånderson disse...

1. Parece que o Benício ficou pra sempre na sua lista negra!

2. Aos 26 com esse tipo de reflexão? Espere chegar aos 30...

3. Adorei o gatinho da foto.

4. Boas Férias!!!

Cristina disse...

Eu lembro da parábola dos lírios do campo, é equivalente, não?
Ando pensando que trabalhar não deveria ser um fim, mas um meio.
Boas férias, by the way.

Alexandre disse...

"Quando o trabalho está tomando muito espaço na sua vida, está na hora de redistribuir este espaço."

Concordo plenamente. Passei por isso algum tempo atrás também. E simplesmente resolvi sair do emprego. Arriscado? Não sei, até hoje não me arrependo.

E eu invejo aqueles que dizem que conseguem "resolver a vida", apesar de não acreditar muito nessa afirmativa.

Semiramis disse...

Aproveite as suas férias e principalmente, descanse... com a mente descansada é que vem as idéias boas...

Compartilhe

Related Posts with Thumbnails