24 outubro 2008

Chegando de Marte

Tem gente que desceu da nave ontem. Só pode.
Ao passear hoje por sites sobre automobilismo, que frequento para tentar agregar valor aos meus comentários sobre F1 e ir além de obviedades como "Amilton é afobado", "a Ferrari sente falta de Ross Brawn" e "a Honda é uma carroça", vi-me diante de uma comédia, das mais escrachadas. Veja a notícia abaixo :

Conversa de Barrichello na Áustria-02 é farsa

O suposto diálogo que Rubens Barrichello teve com Jean Todt, um procurador-chefe e sua mãe durante as voltas finais do GP da Áustria em 2002, trazido à tona pelo jornal "Lance!" na internet e em suas páginas escritas e tendo como base o novo livro do jornalista Lemyr Martins, é uma farsa que ronda a internet há mais de seis anos.

Leia o restante aqui.
Para quem não lembra, o GP da Áustria de 2002 é aquele em que o Cleber Machado ficou gritando "Hoje não, hoje sim" ao final da prova, vendo Rubens Barrichello ceder a vitória ao mega campeão e primeiro piloto Michael Schumacher. Tirando a parte da indignação com a "marmelada", é um dos vídeos mais hilários que eu já vi. Volta e meia eu revejo e dou risada como se fosse inédito (boba é a genitora).
Agora me fala : o cara publica em um livro um diálogo que circula há anos pela internet, claramente piadista, surreal - pra não dizer maluco - e acha que ninguém vai notar? Ou ele acreditou nisso mesmo? Leia aqui o suposto diálogo. A parte da cadelinha Lulu é sensacional.
Cada dia mais admiro os humoristas, pois está bem difícil competir com a vida real.
Isso tudo só me deu vontade de ver o vídeo novamente. Clique aqui e compartilhe da minha crise de bobeira.

P.S.: Antes que a patrulha nacional pense que sou insensível, o que eu acho engraçado no vídeo é a insegurança (antes) e o desabafo (depois) dos narradores, a vaia da torcida, enfim, a total bizarrice da situação. Mas, sim, foi um ato ridículo e desnecessário por parte da equipe italiana.

4 comentários:

Semiramis disse...

Não acredito que acharam esse diálogo legítimo...

Cristina disse...

Ai, isso é muito ridículo. O melhor do diálogo foi a mãe dizendo que estava tudo escuro ahaha.
Acho que me lembro dessa transmissão. Se foi engraçado (pra não dizer triste) com o Cléber Machado, fico imaginando como teria sido com o Galvão. Ai... rs

Mandy disse...

Cada vez que leio esse diálogo, rolo de rir. Não só porque ele é fantástico - já disse, o cara que inventou isso merece aplausos, é de uma criatividade absurda -, mas também porque alguém publicou isso como verdadeiro!
Eu só digo uma coisa: a Lulu não! hahahaha

C. disse...

Não. A Lulu não! Como é bom rir.

Compartilhe

Related Posts with Thumbnails