27 agosto 2008

Monólogo sobre a crise criativa

"Música!! Vou escrever sobre música. Sempre funciona. Não, muito óbvio. Dá pra se esforçar e não ser monotemática? Mas e daí, tenho que escrever sobre o que eu gosto! Sim, tudo bem, mas uma variedade de temas é bem-vinda. Por que nunca escrever sobre alguma matéria de jornal? Ah, porque o blog é pessoal, para escrever sobre o eu e seus gostos, seus dramas... Seus gostos, concordo, mas dramas? Que drama, filha, a única coisa dramática na sua vida é aquilo que você mesma inventa! Não é bem assim, todo mundo tem seus problemas. Tá, mas ficar escrevendo sobre problemas vai afugentar todo mundo daqui. E quem disse que eu estou aqui pela audiência? Isto é uma verdadeira terapia, fato. Claro, acredito, mas não negue que é sempre bom ver um comentário novo pipocando... É bom que as pessoas se identifiquem com o que eu escrevo e por extensão, se identifiquem comigo. Principalmente, que se divirtam, porque sabe, eu sou uma palhaça. Tem horas que me dá até vergonha. Será que um dia eu vou ter vergonha do que escrevi aqui? Ah, qualquer coisa deleta. Reescreve, sei lá. Voltando à questão inicial, eu não tenho o que escrever hoje, de novo. Acabaram as Olimpíadas. A Lady vai falar do tênis. Está longe da próxima corrida. Caramba, de novo o samba de um tema só! Fala de outra coisa que não seja esporte. Mas e daí, tenho que escrever sobre o que eu gosto! Sim, tudo bem, mas uma variedade de temas é bem-vinda. Porque você não faz uma lista dos 10 homens mais lindos do mundo? Por que é um tema fútil e o meu blog tem conteúdo, tá? Além disso, para fazer uma lista dos homens mais lindos do mundo, eu teria que conhecer um percentual x de homens para ter uma boa base de pesquisa. Meu, você complica tudo! Tudo vira uma novela pra você. Se você ainda visse novelas, poderia escrever sobre elas. Que nada, já tem uma dúzia de sites que falam sobre novelas, artistas e homens lindos. E você quer ser diferente? Claro, sempre, eu sou de Aquário. Desde quando você acredita em hóróscopo? Desde que me favoreça. Você é bem espertinha. Mais uma vez retornando ao ponto, escrevo sobre o quê? Que tal sobre a dificuldade de escrever? Ai, falou a escritora, desculpa aí Shakespeare! É sério, não tira sarro! Eu poderia escrever sobre livros, se conseguisse parar para ler um. Estou há quase um ano tentando terminar 'O Zodíaco'. E o violão? É outra terapia sem pretensões artísticas. Pelamor, nada do que você faz tem pretensões? Sei lá, meu trabalho? Eu trabalho com a pretensão de enriquecer e jamais voltar a trabalhar! Hahaha, é melhor jogar na Mega-Sena. Nunca vi ninguém enriquecer de tanto trabalhar. Só se você for modelo ou jogador de futebol. E voltamos aos esportes, droga! Calma, calma... eu poderia escrever sobre os meus sonhos. Se eu me lembrasse deles. Ou sobre cremes para o cabelo. Sou especialista nisso. Nossa, super útil escrever sobre isso. Ué, pode ser, você pode ajudar muitas moças perdidas e descabeladas. Ou pode falar sobre comida. Bem, comida não é pra se falar, é para comer. Isso eu faço bem. E beber? Xi... eu tenho um nome a zelar, tem outra idéia? Ah, faz assim, escreve um monte de idéias desconexas e manda ver. Vai soar moderninho e fazer o maior sucesso..."

2 comentários:

Anderson disse...

é, a idéia das idéias desconexas deu muito certo! adorei...

Semiramis disse...

Não é que ficou bom? :D

Compartilhe

Related Posts with Thumbnails