31 maio 2008

O diário

Anos atrás, a moça andava pela praia, sozinha, no fim da tarde. Durante a caminhada, olhava o mar. Na verdade, mais o ouvia. Fechou os olhos um instante, como que em transe, e acabou por tropeçar em um caderninho, meio destroçado, com as páginas úmidas. Pegou-o. Apesar da tinta borrada, conseguiu ler as seguintes palavras :

"Querido diário...

Pois é, agora somos eu e você. Você e eu.
Do mundo, eu estou desistindo, sabe? Está tão difícil conviver com gente idiota, fingida, malvada... Ainda que não sejam assim sempre, em algum momento, as pessoas são irritantes. Até quando será possível agüentar?
O mundo está de ponta-cabeça, diarinho querido. As coisas boas da vida foram deixadas de lado. É melhor você ser linda, ter muita grana e ser falsamente simpática 100% do tempo, caso contrário, nada feito. E como se banalizam as coisas valiosas... ninguém respeita mais nada, nem o talento. Quer ver? Quantos atores e atrizes agora são cantores, atletas são atores, modelos são atletas, ex-BBBs são o que bem entenderem? Que se dane o talento, a competência. Eles querem ser, eles serão. Todo mundo tem que engolir e, às vezes, até gostar.
O mundo está louco, diarinho. Você olha para um lado, para o outro, e não acha nenhum amigo. Muitos têm o título. Exibem troféus num canto da casa, escrito "Amigo do Ano". E, como em um passe de mágica, eles têm que resolver os problemas deles - você inclusive - e se viram sem a sua presença. Nem a amizade se salvou.
O mundo está chato, meu diário. As coisas que lhe dão prazer não fazem parte do seu dia-a-dia. Seu tempo é ocupado por coisas que você nem sabe porque está fazendo. Nos livros, o marcador está na metade das páginas. As músicas estão incompletas, as roupas faltam ou são de outra estação, os filmes são todos antigos.
Este mundo está perdido, diário.
Agora somos eu e você, você e eu.

Boa noite."


A moça levou o caderno para casa.
Digitou o texto, deu uma incrementada e mandou para uma editora. Foi publicado um livro que vendeu milhões de exemplares e hoje ela é riquíssima e mora em Paris.

Fim.

2 comentários:

Cristina disse...

Eu não sei se eu entendi, mas gostei, em todo caso rs ;]

Semiramis disse...

medo...

Compartilhe

Related Posts with Thumbnails